grupos e projectos de investigação

Poderão encontrar nesta página o elenco de oito grupos e projectos de investigação provenientes do meio académico (7) e empresarial (1) que desenvolve trabalho de elevada importância para o projecto de investigação.

A amostra possui uma manifesta complementaridade ao englobar áreas de investigação que vão dos Web Studies aos Estudos Literários, passando pela teorização interartes.

 

MIT Convergence Culture Consortium
O Convergence Culture Consortium (C3) é um centro de investigação dirigido por Henry Jenkins, organicamente ligado aos Media Comparative Studies do Massachusetts Institute of Technology (MIT) e co-financiado por diversas entidades do sector empresarial. As três áreas de investigação deste autêntico think tank são todas de elevado interesse para o presente projecto de investigação: a cultura participativa, o entretenimento transmediático e o marketing experimental. No caso específico (e porventura menos óbvio) do marketing experimental, o C3 lançou em 2009 o Spreadable Media Project, uma série de projectos de investigação co-financiados pela GSDM Advertising, a MTV Networks e a Turner Broadcasting que se debruçam sobre os efeitos provocados quando determinados conteúdos atingem um suposto estado de ubiquidade.

Institute of Network Cultures
O Institute of Network Cultures (INC) é uma entidade ligada ao Media Research Center da Universidade de Ciências Aplicadas de Amesterdão (Bélgica), actualmente dirigida por Geert Lovink, que se dedica à investigação das culturas digitais geradas pelos novos media. O INC assume-se como uma organização aberta e receptiva à sugestão de linhas de investigação tanto por parte de organizações como por investigadores individuais e a sua acção está particularmente vocacionada para uma abordagem transdisciplinar dos novos media, privilegiando as dimensões artísticas, sociais e tecnológicas da Internet. De entre os diversos projectos de investigação do INC, o mais relevante para o presente trabalho de investigação é, sem dúvida, o Video Vortex, que se dedica às questões emergentes que gravitam em torno da produção e propagação online de conteúdos audiovisuais, concentrando-se em temas como a cultura participativa, as narrativas audiovisuais, os curadores digitais e o vlogging.

ARC Center of Excellence for Creative Industries and Innovation
O ARC Center of Excellence for Creative Industries and Innovation (CCI) é um centro de investigação organicamente ligado à Queensland University of Technology e financiada pelo governo australiano. O Centro integra 25 projectos de investigação em 6 áreas programáticas que procuram fornecer estudos integrados e soluções empíricas a questões conceptuais e estruturais ligadas às novas tecnologias, à praxis dos utilizadores das plataformas digitais e às práticas semiprofissionais que estão actualmente a desafiar os modelos tradicionais de produção e consumo dos media. De particular interesse para o presente trabalho de investigação é o projecto The Uses of Multimedia coordenado por Jean Burgess, John Banks, John Hartley e Lucy Montgomery e que conta com outros investigadores convidados como Henry Jenkins e Mark Deuze. As principais áreas de pesquisa do projecto são a história e a teoria de literacia digital, a classificação de conteúdos online e as novas práticas de consumo e os novos canais de distribuição dos media.

Nordic Information Centre of Media and Communication Research
O Nordic Information Centre of Media and Communication Research (Nordicom) é um centro internacional dirigido por Ulla Carlsson sedeado na Universidade de Gotemburgo. O Nordicom resulta da cooperação de cinco países nórdicos (Dinamarca, Finlândia, Islândia, Noruega e Suécia) que desenvolve, agrega e adapta o trabalho de mais de uma centena de investigadores internacionais. A investigação do centro incide sobre 3 áreas: a comunicação nos novos media, tendências nos sectores dos media e literacia digital. Para além das duas primeiras áreas serem relevantes para o presente trabalho de investigação, o Nordicom oferece para livre consulta o Nordicom Database on Nordic Media and Communication Research, uma base de dados que congrega mais de cinco mil fontes bibliográficas publicadas desde 2006 na área dos Media Studies oriundo de um universo de perto de dois mil investigadores.

University of Ottawa’s Department of Communication
Apesar de não estarem organicamente organizados numa unidade de investigação, os investigadores do Departamento de Comunicação da Universidade de Ottawa tem desenvolvido nos últimos anos trabalho de indiscutível mérito científico na área dos Media Studies e da organização comunicacional. Entre os seus investigadores, destacam-se duas figuras cujo trabalho tem sido incontornável para o presente projecto de investigação: Pierre Lévy, o reputado teoricista comunicacional criador dos conceitos de inteligência colectiva e de cosmopedia, e Michael Strangelove, sem dúvida um dos mais activos e conceituados investigadores do YouTube, que mantém permanentemente actualizado o blog Watching YouTube, uma fonte crucial de estudos e bibliografia sobre o maior portal de partilha de vídeos da Internet.

Annenberg Newtorks Network
O Annenberg Newtorks Network (ANN) é um centro de investigação da School of Communication and Journalism da Universidade da Califórnia do Sul que integra investigadores de renome internacional como Manuel Castells e Henry Jenkins. De particular interesse para o presente trabalho de investigação é o projecto Understanding and Enabling Network Dynamics in Virtual Communities, cujo principal objectivo é o de desenvolver um enquadramento teórico que permita analisar as dinâmicas sócio-tecnológicas na formação de comunidades virtuais e no desempenho do seu ímpeto participativo.

Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa
O Instituto de Literatura Comparada Margarida Losa (ILCML) é uma unidade de investigação da Faculdade de Letras da Universidade do Porto de comprovado mérito científico, tendo obtido a classificação máxima (Excellent) da Fundação para a Ciência e Tecnologia publicada em Fevereiro de 2008. Para além de privilegiar opções metodológicas de carácter transversal na abordagem do seu objecto primordial de estudo (a Literatura), o ILCML lançou em Abril de 2010 uma rede de pesquisa internacional coordenada por Paulo de Medeiros (Universidade de Utrecht) e Rosa Maria Martelo (Universidade do Porto) denominada Lyra ComPoetics, cuja acção se inscreve no domínio das Poéticas Comparadas. Para além de congregar investigadores de diversas universidades internacionais, a rede fornece um portal que pretende ser um instrumento de divulgação e de debate privilegiado da investigação desenvolvida. A sua orientação teorética da investigação é de elevada pertinência para o presente trabalho de investigação na medida em que a sua forte componente interdisciplinar com os Estudos Literários poderá beneficiar grandemente de um intenso diálogo com o trabalho científico desenvolvido, na área dos estudos interartes, por investigadores como Pedro Eiras, Joana Matos Frias e Rosa Maria Martelo. Na medida em que o presente trabalho de investigação pode ser visto como uma poética da propagação conteúdos videomusicais na Web 2.0, é expectável que o mesmo possa vir a despoletar sinergias inovadoras dentro desta rede de investigação.

Visible Measures
A Visible Measures (VM) é uma das empresas líderes do competitivo mercado de investigação em marketing digital. Para além de fornecer dados e serviços aos seus clientes, esta entidade publica com elevada regularidade estudos que fornecem informações estatísticas sobre os hábitos de consumo e acesso na Internet através de um sofisticado algoritmo de medição digital denominado True Reach que cobre mais de 200 milhões de conteúdos audiovisuais online em mais de 150 portais de partilha de vídeos. A sua relevância para o presente projecto de investigação reside no facto da VM focar os seus serviços na área dos conteúdos audiovisuais online, mormente sobre os hábitos de consumo dos mais importantes portais de partilha de vídeos e dos seus conteúdos mais populares. No entanto, os dados e relatórios fornecidos pela VM apenas ganham particular relevância quando cruzados com os gerados por outras entidades privadas similares como a comScore, o TubeMogul Industry Analysis, a Alexa Internet, a Experian Hitwise e a Quantcast, de forma a conferir uma maior fiabilidade dos dados quantitativos utilizados pelo presente trabalho de investigação.

Anúncios

3 comentários a “grupos e projectos de investigação

  1. Pingback: Video Vortex #6 « mv flux

  2. Pingback: Video Vortex #8 – The Politics, Cultures and Art of Online Videos « mv flux

  3. Pingback: oneload « mv flux

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s