Recensão crítica a obras sobre o formato videomusical

cover_issue_9_pt_PTÉ tão raro (eufemismo) isto acontecer que faço questão de referi-lo aqui no blogue: acaba de sair no número 2 do volume 1 da revista portuguesa de imagem em movimento aniki uma recensão crítica de Sérgio Dias Branco sobre não uma, mas quatro obras dedicadas aos estudos videomusicais: dois clássicos (a obra de Vernallis e o volume organizado por Frith, Goodwin e Grossberg), uma obra que envelheceu menos bem (a de Kaplan), e outra que, para grande gáudio meu, desconhecia e que vou comprar já de seguida (a da dupla Laurent Jullier e Julien Péquignot). A amostra é interessante (pessoalmente, se tivesse de escolher 4 obras, apenas trocaria o livro de Kaplan pelo clássico incontornável de Goodwin e incluiria o volume organizado em 2010 por Keazor e Wubbena) e o texto cheio de reflexões argutas sobre alguns dos contributos e sofismas dos estudos videomusicais.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s