Your MTV Top 20

Quatro anos de investigação ensinaram-me que a convergência da fruição musical para a emergente paisagem mediática digital é um fenómeno complexo do qual apenas me atrevo a identificar meia-dúzia de tendências: o crescimento da importância de coisas como o formato videomusical, o streaming, o YouTube e a produção vernacular e a progressiva perda de protagonismo de outras como a MTV e os grandes tubarões (vulgo majors) da indústria musical. É por isso que a notícia de que a MTV teria criado uma tabela chamada Your MTV Top 20 provocou em mim pouco mais do que um bocejo e o leve prenúncio de uma irritação cutânea.

A ideia que a MTV quer fazer passar é que a referida tabela ordena os vídeos musicais mais disseminados pelos fãs nas redes sociais, mas basta uma leitura mais atenta à notícia para perceber que a coisa se limita a contabilizar o número de visualizações (directas ou via facebook e/ou Twitter) dos vídeos presentes em cada um dos 60 portais que a MTV tem na rede e que reflectem o que é transmitido pelos 160 canais que a mesma MTV tem espalhados pelo planeta. Para dar mais credibilidade à tabela, a MTV contratou os serviços da The Echo Nest para obter dados webométricos que, no entanto, apenas serão utilizados para apurar a popularidade de um determinado artista ou eventuais novas tendências musicais, isto é, para eventualmente (tá bem, abelha) incluir ou excluir um determinado vídeo do referido Top 20 (que na verdade vai até ao número 50).

Trocado por miúdos, o que temos é uma tabela que recorre marginalmente às redes sociais e a dados webométricos pouco claros para, supostamente, apurar a popularidade de uma selecção de vídeos musicais transmitidos pelos diversos canais da MTV. E como é que são escolhidos esses vídeos musiciais? Como é óbvio, através de playlists que resultam muito simplesmente de acordos comerciais celebrados entre a própria MTV e as editoras discográficas. Isto é: social media-powered music video chart – my ass. Tudo não passa de uma operação de camuflagem para encobrir uma das mais vergonhosas (porque pouco claras e dissimuladas) fontes de rendimento da MTV. Desta forma, não me admiraria nada que os dados fornecidos pela Echo Nest à MTV sirvam única e exclusivamente para o canal apurar a posição negocial dos seus parceiros comerciais caso a caso, isto é, vídeo a vídeo.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s